Ofício Dominical Abreviado para Oração no Lar - 13 de setembro de 2020

 




Domingo, 13 de setembro de 2020 Anno Domini

[15° Semana depois de Pentecostes, Tempo Comum 24]
Prefácio Próprio 19 para o Tempo Comum - Cor Verde

Paróquia de Todos os Santos, Santos - SP

"Senhor, quantas vezes devo perdoar se meu irmão pecar contra mim" 

Hino Um refrão para a sua Alma

Coleta - LOC/IEAB, 2015, p. 456

Ó Deus, visto que sem ti não te podemos agradar, misericordioso, permite que teu Santo Espírito dirija e governe os nossos corações, para que possamos aprender a amar sem exclusões, e dar testemunho de que Jesus Cristo é nosso Senhor. Ele, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

O Santo Ev. de NSJC conforme S. Mateus 18:21-35 

Então Pedro aproximou-se de Jesus e perguntou: "Senhor, quantas vezes deverei perdoar a meu irmão quando ele pecar contra mim? Até sete vezes? "
Jesus respondeu: "Eu lhe digo: não até sete, mas até setenta vezes sete.
"Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos.
Quando começou o acerto, foi trazido à sua presença um que lhe devia uma enorme quantidade de prata.
Como não tinha condições de pagar, o senhor ordenou que ele, sua mulher, seus filhos e tudo o que ele possuía fossem vendidos para pagar a dívida.
"O servo prostrou-se diante dele e lhe implorou: ‘Tem paciência comigo, e eu te pagarei tudo’.
O senhor daquele servo teve compaixão dele, cancelou a dívida e o deixou ir.
"Mas quando aquele servo saiu, encontrou um de seus conservos, que lhe devia cem denários. Agarrou-o e começou a sufocá-lo, dizendo: ‘Pague-me o que me deve! ’
"Então o seu conservo caiu de joelhos e implorou-lhe: ‘Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei’.
"Mas ele não quis. Antes, saiu e mandou lançá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.
Quando os outros servos, companheiros dele, viram o que havia acontecido, ficaram muito tristes e foram contar ao seu senhor tudo o que havia acontecido.
"Então o senhor chamou o servo e disse: ‘Servo mau, cancelei toda a sua dívida porque você me implorou.
Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você? ’
Irado, seu senhor entregou-o aos torturadores, até que pagasse tudo o que devia.
"Assim também lhes fará meu Pai celestial, se cada um de vocês não perdoar de coração a seu irmão".

MEDITAÇÃO – Rev. Leandro Antunes Campos

A parábola de Jesus sobre o "Credor incompassivo" (também conhecida como Servo Ingrato, Servo Impiedoso, Servo Incompassivo, ou Servo Mau) é uma interpretação da Lei do Perdão. 

Jesus indica aos seus discípulos e discípulas que a comunidade cristã deve viver um alto padrão moral. O Perdão deve ser completo, gratuito e universal. 

O perdão é qualitativo e não quantitativo. Segundo Shakespear "Embora a justiça seja a tua petição considera isto, que na corte Marcial nenhum de nós veria a salvação: oramos por misericórdia. E essa mesma oração ensina a todos a usar de misericórdia."  in: Mercador de Veneza, Ato IV, Cena I. 

OREMOS:

Por todas as pessoas fiéis, em sua vocação e ministério, para que te sirvam com verdadeira alegria e coragem;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//


Por Justin Welby de Cantuária, primaz e símbolo da Comunhão Anglicana, por Naudal Gomes nosso(a) Primaz, e por todos os bispos e bispas, presbíteros e presbíteras, diáconos e diáconas, para que manifestem o teu amor, tenham fome da tua verdade e sede da tua justiça;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//


Por nossa Diocese Anglicana de São Paulo, seu povo e seu clero, para que juntamente com Francisco Cézar Fernandes Alves, nosso(a) Diocesano(a), sejamos testemunhas fiéis na proclamação do Evangelho de compaixão e solidariedade;
// oramos a ti, Senhor. Fortalece, ó Deus, a nossa esperança.//

.......
Por nossas intenções particulares (....)
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//


→ Bênção 

Que a fé na vida nos faça ternos na luta,

Que a esperança na vida nos faça fortes na dor.

Que o amor à vida nos faça felizes num mundo melhor. 

Vão em paz e sirvam ao Senhor com Alegria, 

T: No poder do Espírito Santo - Aleluia!

-------------------------------------------

-------------------------------------------

Fontes: 

-> A BÍBLIA DIA A DIA. Ed. Paulinas, 2020.

-> DEVOCIONÁRIO FRANCISCANO. FFB. Ed. Vozes, Petrópolis.2011.

-> LOC, IEAB, 1988

-> LOC, IEAB, 2015

-> OFÍCIO DIVINO - ORAÇÃO DAS HORAS. vvee. São Paulo, 1996.

(c) Reverendo Leandro Antunes Campos e Equipe de Liturgia da Igreja Anglicana de Santos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos