SOBRE OS RITOS DE ORDENAÇÃO E CONSAGRAÇÃO EPISCOPAL, PRESBITERAL E DIACONAL

✍🏻 por Reverendo Leandro Antunes Campos
assistente social, teólogo anglicano, e ativista dos direitos humanos
SANTOS - As três ordens de bispos, presbíteros e diáconos são importantes nas igrejas de tradição Anglicana. O objetivo do ministério ordenado é servir a Deus e ao seu povo como Cristo, o servo. Por isso, o clero muitas vezes é visto como o representante de Cristo. As principais funções são glorificar a Deus, orientar as pessoas em sua adoração e edificar e nutrir a comunidade de crentes.
A Ordem do Episcopado, dos bispos, continua a obra apostólica de dirigir, supervisionar e unir a Igreja. Associadas a ela, a Ordem do Presbiterado, dos presbíteros; e a Ordem do Diaconato, dos diáconos; compartilham o trabalho missionário e pastoral da Igreja e a pregação da Palavra de Deus.
Os presbíteros participam do governo da Igreja e, juntamente com os bispos, administram o Santo Sacramento. Além disso cabe aos presbíteros a liderança das congregações locais em seu crescimento espiritual e na realização da Missão de Deus no mundo.
Os diáconos assistem aos bispos, e aos presbíteros em todo esse ministério. É também responsabilidade especial dos diáconos liderar o povo nas orações e na leitura da Palavra de Deus; buscar compreender e interpretar os anseios e as necessidades do povo em seu contexto, levando essas necessidades à Igreja; e ministrar em nome de Cristo às pessoas pobres, às enfermas, às que sofrem e às abandonadas.
Entrada Processional
Leitura a Prefação
Liturgia da Palavra
Preparação
Coleta pela pureza
Apresentação
Declaração Canônica
Litania
Coleta do Dia
Leituras Bíblicas
Exame Canônico
Aliança Batismal para os Bispos (Credo Niceno para Presbíteros e Diáconos)
Sagração Episcopal (Ordenação Presbiteral, Ordenação Diaconal)
Entrega dos Símbolos do Ministério (Episcopado, Presbiterado, Diaconado)
Apresentação ao Povo
Saudação da Paz
Celebração da Santa Comunhão
Pós-comunhão
Bênção e Despedida
As Sagradas Escrituras e os antigos Cânones nos ordenam, que não nos apressemos a impor as mãos, nem a admitir pessoa alguma ao ministério ordenado neste ramo da igreja cristã, a qual o próprio Cristo comprou por preço não menor que a efusão de seu sangue na cruz.
Ao mesmo tempo por seu sacrifício e ressurreição Jesus Cristo nosso Redentor e Autor da vida eterna; concedeu seus ricos dons constituindo a uns Apóstolos, a outros Profetas, a outros Evangelistas, a outros Pastores e Doutores, para edificação e aperfeiçoamento da sua Igreja.
"Senhor da ceifa, atende à nossa petição;
Que o bom trabalho siga com mais animação.
Os campos já branquejam, convidam a ceifar,
E os preciosos frutos da Igreja a arrecadar."

e-mail: leandro.campos@aol.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos