Ofício Dominical Abreviado para Oração no Lar - 2 de agosto de 2020

Domingo, 02 de agosto de 2020.
[9° Domingo depois de Pentecostes, Tempo Comum 18]
Próprio 13 - Cor Verde

Paróquia de Todos os Santos, Santos - SP

Hino Ofertório do Povo (Zé Vicente)

Coleta Próprio 13 - LOC/IEAB, 2015, p.453
Permite, ó Senhor, que a tua contínua misericórdia purifique e defenda as nossas vidas para que todas as pessoas que te seguem, vivam amorosamente o teu Evangelho, contribuindo na construção do teu Reino; por Jesus Cristo, nosso Senhor, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém

O Santo Ev. de NSJC conforme S. Mateus 14;13-21;

Ouvindo o que havia ocorrido, Jesus retirou-se de barco em particular para um lugar deserto. As multidões, ao ouvirem falar disso, saíram das cidades e o seguiram a pé.
Quando Jesus saiu do barco e viu tão grande multidão, teve compaixão deles e curou os seus doentes.
Ao cair da tarde, os discípulos aproximaram-se dele e disseram: "Este é um lugar deserto, e já está ficando tarde. Manda embora a multidão para que possam ir aos povoados comprar comida".
Respondeu Jesus: "Eles não precisam ir. Dêem-lhes vocês algo para comer".
Eles lhe disseram: "Tudo o que temos aqui são cinco pães e dois peixes".
"Tragam-nos aqui para mim", disse ele.
E ordenou que a multidão se assentasse na grama. Tomando os cinco pães e os dois peixes e, olhando para o céu, deu graças e partiu os pães. Em seguida, deu-os aos discípulos, e estes à multidão.
Todos comeram e ficaram satisfeitos, e os discípulos recolheram doze cestos cheios de pedaços que sobraram.
Os que comeram foram cerca de cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças.

MEDITAÇÃO – Rev. Leandro Antunes Campos

O intuito de Jesus era o de evitar os domínios de Herodes e as multidões para dedicar-se à instrução dos discípulos. Mas quando Jesus desembarcou na costa nordeste do lago, perto de Betsaida, viu que multidão precedente de Cafarnaum e outras cidades tinham ido adiante dele, a pe´, e O esperavam quando ele chegou. Jesus continuou seu ensino e a cura dos enfermos. Quase no fim do dia, os discípulos instaram com Ele para que suspendesse as atividades em favor dos doentes e que despedisse a multidão para que esta obtivesse provisões antes que ficasse muito tarde. Jesus ainda cheio de compaixão pela multidão faminta e confusa como ovelhas sem pastor, decide-se empregar o seu poder miraculoso para satisfazer-lhes as necessidades... Esta ação de Jesus é sacramental. Pretendeu comunicar-lhes a verdade de que os benefícios que Ele, como Messias, viera dar ao povo de Deus eram espirituais, e não meramente materiais. Mas é evidente que os discípulos não compreenderam esta verdade toda a um só tempo. A multidão tendo satisfeito suas necessidades materiais alegremente queriam recebê-lo como seu Rei, mas o Reino que Jesus se propunha não visava atender as expectativas deste mundo.

ORAÇÕES
Por todas as pessoas fiéis, em sua vocação e ministério, para que te sirvam com verdadeira alegria e coragem;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//
Por Justin Welby de Cantuária, primaz e símbolo da Comunhão Anglicana, por Naudal Gomes nosso(a) Primaz, e por todos os bispos e bispas, presbíteros e presbíteras, diáconos e diáconas, para que manifestem o teu amor, tenham fome da tua verdade e sede da tua justiça;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//
Por nossa Diocese Anglicana de São Paulo, seu povo e seu clero, para que juntamente com Francisco Cézar Fernandes Alves, nosso(a) Diocesano(a), sejamos testemunhas fiéis na proclamação do Evangelho de compaixão e solidariedade;
// oramos a ti, Senhor. Fortalece, ó Deus, a nossa esperança.//
.......
Por nossas intenções particulares (....)
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//

Deus de amor, inspira, entre teu povo, a vontade de servir-te nos diversos ministérios. Desperta nos corações das pessoas fiéis múltiplas vocações para o serviço e para o fortalecimento da tua Igreja. Suplicamos que nos ouças, por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

Deus libertador, socorre a quem sofre, até hoje, perseguições étnicas e raciais; dá-nos encorajamento para proclamar o Evangelho da igualdade entre todos os povos e anunciar que o teu Filho veio ao mundo por e para todas as pessoas, amando-as sem distinção. Em nome dele, Jesus Cristo, entregamos nossa oração. Amém.

Bênção - LOC/IEAB, 2015, p. 632

Deus nos uniu em Cristo. Ele nos selou com seu amor, nos conhece pelo nome e continuamente nos leva à plenitude de vida. O Deus da vida nos amou desde o princípio, nos ama hoje e nos amará para sempre. (…) Amém.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos