Ofício Dominical Abreviado para Oração no Lar - 26 de julho de 2020

Domingo 26 de julho de 2020
[8° Domingo depois de Pentecostes, Tempo Comum 17]
Próprio 12 - Cor Verde

Paróquia de Todos os Santos, Santos - SP

HinoCântico das Criaturas (S. Francisco, 1226)

Coleta Próprio 12 - LOC/IEAB, 2015, p.453
Benigno Deus, desperta em nossos corações a prática da justiça na partilha de nossos bens e conhecimentos, de modo que possamos contribuir com o teu projeto de vida plena para a humanidade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo e com o Espírito Santo, um só Deus, agora e sempre. Amém.

O Santo Ev. de NSJC conforme S. Mateus 13;31-33; 44-52;

A parábola do grão de mostarda. “Outra parábola lhes propôs, dizendo: O Reino dos céus é semelhante a um grão de mostarda que um homem, pegando dele, semeou no seu campo,o qual é realmente a menor de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu e se aninham nos seus ramos.”
A parábola do fermento. “Outra parábola lhes disse: O Reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado.”
Ambas as parábolas falam de crescimento.

A parábola do tesouro perdido “Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo, que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo.”

A parábola da pérola. “Outrossim o reino dos céus é semelhante ao homem, negociante, que busca boas pérolas; E, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a.”

A parábola da rede. “Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes. E, estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora. Assim será na consumação dos séculos: virão os anjos, e separarão os maus de entre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes.”

Coisas Novas e Velhas. E disse-lhes Jesus: Entendestes todas estas coisas? Disseram-lhe eles: Sim, Senhor. E ele disse-lhes: Por isso, todo o escriba instruído acerca do reino dos céus é semelhante a um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.


MEDITAÇÃOIr. Maria Regina Fornos Gomes, Junta Paroquial


→ E Jesus buscou contextualizar na época e cultura dos judeus , havia um dito popular dos judeus de comparação de tamanhos que dizia: “pequeno como um grão de mostarda”; deveras a semente da mostarda era uma das menores e se transformava em uma frondosa arvore de até 5 metros. Naquele momento eram tão poucos os seguidores de Jesus : 12 apóstolos e posteriormente 70 discípulos, após 2000 anos os cristãos representam mais de 2 bilhões de pessoas (quase 1/3 da população do mundo). Isso graças a fé, disciplina e perseverança dos seguidores de Jesus. Devemos seguir seu exemplo sendo corajosos e perseverantes lembrando que com pequenas ações estaremos auxiliando no crescimento do Reino de Deus.

→ Naqueles tempos havia a prática de se enterrar os bens por segurança, às vezes as pessoas morriam sem revelar, e se tornava um tesouro perdido, esse homem achou o tesouro em um campo e vendeu tudo o que tinha para comprar o terreno, assim devemos ser, quando encontrarmos Jesus nos despojarmos das coisas que julgamos ser nossos bens maiores (vaidades humanas, valores materiais) e tomarmos posse do tesouro que é o Reino de Deus.

→ Devemos ter discernimento do grande valor de Jesus , e que devemos torná-lo a prioridade em nossas vidas .

→ Essa passagem bíblica refere-se ao Juízo Final; como a maioria dos discípulos eram pescadores essas palavras foram perfeitamente entendidas pois tratava-se do universo de muitos deles, a rede era a Palavra que seria lançada a todos, os peixes bons eram os que acreditaram na palavra e seguiram a Jesus sendo separados no dia do julgamento, e os peixes ruins que não deram ouvidos a Palavra seriam lançados nas fornalhas. Devemos escutar a Palavra de Deus compreende-la e pratica-la em nossas vidas cristãs.

→ O Escriba que era o estudioso da Lei, era um Educador , os discípulos se tornariam Educadores e deveriam ensinar a Palavra de Deus tendo a sabedoria de discernir as coisas velhas que deveria conservar do Velho Testamento, e as coisas novas que deveriam proclamar após a vinda de Jesus (Novo Testamento). Oremos: Para que Deus nos oriente em nossas leituras bíblicas diárias buscando uma interpretação divina. Amém.


ORAÇÕES
Por todas as pessoas fiéis, em sua vocação e ministério, para que te sirvam com verdadeira alegria e coragem;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//
Por Justin Welby de Cantuária, primaz e símbolo da Comunhão Anglicana, por Naudal Gomes nosso(a) Primaz, e por todos os bispos e bispas, presbíteros e presbíteras, diáconos e diáconas, para que manifestem o teu amor, tenham fome da tua verdade e sede da tua justiça;
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//
Por nossa Diocese Anglicana de São Paulo, seu povo e seu clero, para que juntamente com Francisco Cézar Fernandes Alves, nosso(a) Diocesano(a), sejamos testemunhas fiéis na proclamação do Evangelho de compaixão e solidariedade;
// oramos a ti, Senhor. Fortalece, ó Deus, a nossa esperança.//
.......
Por nossas intenções particulares (....)
// oramos a ti, Senhor. Ouve, ó Deus, as nossas orações.//

Bênção - LOC/IEAB, 2015, p. 684
Que o amor de Deus nos una; a alegria de Deus nos inspire; a paz de Deus nos envolva; a coragem de Deus nos sustente; e a bênção de Deus onipotente, Pai, Filho e Espírito Santo, seja conosco, e conosco habite eternamente. Amém


Publicado toda quinta-feira (ou perto disso) por aqui ou no face: @anglicanasantos

(c) Junta Paroquial & Reverendo Leandro Campos, OSB

e-mail: leandro.campos@aol.com



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos