NOTA DE REPÚDIO - pela violência estrutural da sociedade brasileira

O Centro de Direitos Humanos Irmã Maria Dolores Baixada Santista vem a público manifestar seu repúdio à violência estrutural do Estado Brasileiro, aqui exemplificado pelas ações de um agente público servidor da Polícia Paulista (policial pisa no pescoço de mulher negra e arrasta vítima - vídeo exibido pelo fantástico no último domingo 12). E ao mesmo tempo solidarizar-se com as milhares de vítimas assassinadas, violentadas, agredidas e humilhadas num claro descumprimento das leis civis e dos direitos humanos.
Santos, 13 de julho de 2020. 30° Aniversário do Estatuto dos Direitos das Crianças e Adolescentes - ECA
Reverendo Leandro Antunes Campos - Presidente
Maria Salete dos Santos - Secretária
Tania Gabos - Diretora
Centro de Direitos Humanos Irmã Maria Dolores Baixada Santista
Subscrevem:
Conselho Regional de Serviço Social - CRESS Santos,
Profa Dra Maria Izabel Calil Stamato, Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente - Santos,
Partido dos Trabalhadores,
CUT ,
Settaport ,
Mandato Vereador Chico Nogueira,
Fort Suas Baixada Santista,
Tania Gabos, Coordenadora do Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos Grande São Paulo e Baixada Santista, e Coordenadora da Pastoral da Saúde da Paróquia N.Sra.do Carmo,
Sílvio Naslauski, Sinagoga Beit Sion, Santos,
Maria Salete dos Santos, Assistente Social, e Coordenadora da Catequese de Iniciação a Vida Cristã da Paróquia Nossa Senhora da Assunção.
Mandato Vereadora Telma de Souza,
Carmem Lúcia Brandalise,
Aurora Fernandez Rodriguez, Assistente Social,
Gilson Inácio da Silva,
Ingrid Maria Furlan Oberg, bióloga
Núcleo Temático de Direitos Humanos do Conselho Regional de Psicologia - CRP, Subsede Baixada Santista e Vale do Ribeira
Creusa Alves da Silva Santos, Assistente Social.
Eudislelia Melo de Lima, Assistente Social


e-mail: leandro.campos@aol.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos