Manutenção Preventiva do Templo, Casa Pastoral e Salão

Igreja Anglicana, Praça Washington, 93 - José Menino - Cep. 11.065 ...


Sugestão do Rev. Leandro Campos, para o Custódio de Patrimônio e Junta Paroquial, 27/07/2020

= CRIAR UM CALENDÁRIO DE MANUTENÇÃO PERIÓDICA =

Projeto AVCB (de Combate à incêndio e Placa de sinalização de extintor ): validade de 1 a 5 anos;

Instalações elétricas: A rede elétrica deve ser o primeiro item de análise, pois problemas com o funcionamento das instalações podem ocasionar curtos circuitos, com grande risco de queima de aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos, lâmpadas e, até mesmo, incêndios.

Instalações hidráulicas: A rede hidráulica também merece especial destaque nas ações de manutenção preventiva. Ela envolve todo o conjunto de torneiras, chuveiros, vasos sanitários e pias, bem como os canos que levam a água até a residência.

Limpeza da caixa d´água: Recomenda-se a limpeza a cada 6 meses da caixa d’água e a verificação anual dos canos, para perceber se não há vazamentos. A manutenção preventiva das instalações hidráulicas evita gastos desnecessários com a conta de água, que pode aumentar devido a presença de falhas nos encanamentos.

Pintura: A pintura é outro item importante no cronograma de manutenção preventiva, visto que com o passar dos anos e o uso do imóvel, a sujeira se acumula nas paredes e revestimentos, prejudicando a beleza do acabamento. Recomenda-se a repintura do imóvel a cada 5 anos, mas o tempo pode variar (em casas com crianças, a pintura pode sujar mais facilmente).

Forros e telhados: Os forros e os telhados de um imóvel também precisam passar por verificações periódicas, principalmente, por uma boa limpeza. Isso evita o acúmulo de sujeiras, bem como o entupimento de calhas e rufos, causado pela presença de folhas, resíduos e insetos arrastados durante chuvas.

Condições dos acessórios: Os móveis, acessórios e decorações do imóvel também merecem atenção, até porque eles também sofrem desgaste com o passar do tempo. Sendo assim, é preciso avaliar como está a mobília do local, se é preciso substituir peças ou é necessário realizar a lavagem dos itens.

O terreno do imóvel: A condição do terreno também é algo que deve entrar no cronograma de manutenção preventiva dos imóveis. Muitas vezes, devido a possíveis problemas no solo, a casa pode ficar desnivelada e, assim, é preciso fazer nova terraplanagem terreno (colocação ou retirada de terra para deixar o local plano e viabilizar a construção imobiliária).

Descupinização - O tempo recomendado para realizar outra descupinização é de 2 anos. Através de uma nova descupinização é possível manter os serviços funcionando corretamente por mais tempo.

DesratizaçãoGeralmente as empresas especializadas em dedetização sugerem uma frequência média de três em três meses. Esse seria o tempo em que as substâncias usadas nas aplicações ficariam ativas no local. Mas algumas variáveis podem mudar esse tempo para mais ou para menos;

Caixa coletora de esgoto ( limpeza a cada 12 meses), caixa de gordura (limpeza a cada 4 meses);

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

Os dez mandamentos