Pular para o conteúdo principal

Estresse Pastoral

Poucos pastores desistem de seu ministério, apesar de intenso estresse que enfrentam frequentemente. Esta e outras informações foram apresentadas em uma pesquisa recente do instituto norte-americano, 'Lifeway Research'.
Cerca de 1.500 pastores foram entrevistados. O estudo foi encomendado para colher mais informações em razão do desgaste mental, emocional e físico que a atividade ministerial pode gerar.
A pesquisa constatou que, apesar dos elevados níveis de stress, "os pastores não estão deixando o ministério em massa", disse Scott McConnell, vice-presidente LifeWay Research.
84% dos pastores dizem que eles estão de plantão 24 horas por dia e 48% supostamente sentem que as exigências de seu ministério estão acima do que eles podem lidar.
"Este é um trabalho brutal", disse McConnell. "O problema não é que os pastores estão parando, mas sim que eles têm um ambiente de trabalho desafiador".
"As igrejas devem se preocupar e precisam estar fazendo o possível".
No entanto, segundo a pesquisa, os pastores dos dias atuais são relativamente estáveis; 44% têm mantido a posição de pastor sênior por mais de 10 anos.
Apenas uma pequena proporção de pastores pararam antes deste período. 2% mudaram para empregos não-ministeriais e 5% permaneceram na vida ministerial, mas mudaram para funções não-pastorais. Combinados, estes dois grupos são responsáveis por perdas conhecidas de menos de 1% ao ano.
Apesar das tensões, 92% dos pastores dizem que suas congregações regularmente dão incentivo para a família do pastor.
Experiente em trabalhar com o pastoreio de líderes cristãos, o pastor H.B. London disse: "Um pastor e sua família precisam saber que 1) a liderança está orando por eles, 2) os apoia, 3) os incentiva, e 4) reconhece o trabalho que está sendo feito. São essas são coisas que dão esperança ou uma sensação de ser querido ao pastor".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DOM SALOMÃO FERRAZ

por Reverendo Leandro Antunes Campos assistente social, teólogo anglicano, e ativista dos direitos humanos
SANTOS - Um dos mais icônicos religiosos da história do Brasil, também passou pela Paróquia de Todos os Santos - Igreja Anglicana, como atestam os registros de serviços paroquiais no ano de 1932. Sua Excelência Reverendíssima Dom Salomão Barbosa Ferraz, nasceu em 18 de Fevereiro de 1880, em Jau - Brasil, tendo sido pastor presbiteriano e anglicano. Mais tarde fundou a Igreja Católica Livre do Brasil, hoje denominada de Igreja Católica Apostólica Independente. Dom Salomão recebeu a Sagrada Ordenação Presbiteral em 18 de Julho de 1945. Mais tarde, em 15 de Agosto de 1945, recebeu das mãos de Sua Excelência Reverendíssima Dom Carlos Duarte, a Sagrada Ordenação Episcopal.
Durante o Concílio Vaticano II, e ainda no Pontificado de João XXIII, Dom Salomão Ferraz pede incardinação na Igreja Católica Romana, sendo aceito sem nenhum tipo de re-consagração como Bispo Titular de Eleutherna, em …

Preparação para Crisma (Confirmação do Batismo)

por Reverendo Leandro Antunes Campos assistente social, teólogo anglicano, e ativista dos direitos humanos
SANTOS - O Espírito Santo é força que impulsiona a vida da Igreja.
O Sacramento da Crisma é um encontro especial com Jesus, todo cristão precisa de um dom especial do Espírito para que a semente da vida nova, plantada no Batismo, não morra, mas, pelo contrário, se desenvolva, cresça e dê muito fruto, fruto em abundância.
Na certeza do Espírito Santo que age em nós, queremos unir família e igreja na formação cristã dos nossos fiéis e colaboradores.
Compromisso
• A preparação para o Sacramento da Crisma exige dos crismandos a abertura necessária para viver cada encontro com o desejo de conhecer Jesus Cristo, sua palavra e a doutrina da nossa fé. • Participação nos eventos religiosos da Igreja (Missa da Páscoa, Missa de Pentecostes, Missa de Natal, Aniversário da Igreja, Ação de Graças e outros) • Participação dos crismandos na Missa aos domingos
Sentimo-nos honrados em preparar todos…

Os dez mandamentos

Traduzido e copilado por Reverendo Leandro Antunes Campos
assistente social, teólogo anglicano, e ativista dos direitos humanos
última atualização: 11/07/2020
SANTOS - Os Dez Mandamentos (em hebraico: עֲשֶׂרֶת הַדִּבְּרוֹת, Aseret ha'Dibrot), segundo as Sagradas Escrituras Êxodo 20:1-17, Deuteronômio 5:5-21,  possuem catorze declarações arranjadas pedagogicamente pelo Catecismo da Igreja Anglicana (LOC/TEC p.847,848), na Ordem penitencial - O Decálogo, do LOC/IEAB 2015, p. 290,291. que está presente no Rito I da Santa Eucaristia.
Para Hatchett, No Livro de 1552 o decálogo substitui o Kyrie (9 repetições) do LOC de 1549. Os revisores queriam incluir na Liturgia Dominical pelo menos três coisas que qualquer criança deveria saber antes da confirmação: a Oração do Senhor, O Credo, e os Dez Mandamentos.
Dos tempos Elizabetanos foi requerido que os três textos estivessem dispostos preliminarmente diante do povo em cada igreja, um costume que caiu em desuso apenas em décadas recentes. A …