Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

DOMINGO DA SEXAGÉSIMA

Rev. Leandro Antunes Campos
O último domingo, 24 de fevereiro de 2019, marcou para nós Anglicanos a contagem regressiva para a Quaresma, ou seja, 60 (sessenta) dias antes da Quaresma. Este tempo pede uma preparação para a Grande Quaresma, e esta para a Semana Santa e a Páscoa de Nosso Senhor e Salvador Jesus. Durante este período, nós Anglicanos, destacamos três elementos da espiritualidade cristã. A Oração, o Jejum e a Caridade. Retiramos os Aleluias e Glórias da Liturgia como um reconhecimento do período penitencial, e o reservamos para o período Pascal quando retorna juntamente com as flores e o colorido festivo. Nada mais cristão neste período do que a reconciliação com pessoas ou grupos os quais nos apartamos por questões políticas, ideológicas e religiosas. Orar pelos inimigos, amar os inimigos, e respeitar todos que pensam diferente. O Jejum é altamente recomendado - ele nos lembra que somos mais do que matéria, somos espírito! E, que ao exercermos o controle dos nossos apetit…

Catequese sobre as Vestes Episcopais

+ Rev. Leandro

Embora haja defensores de vestes litúrgicas e defensores de vestes seculares para ministros religiosos, cada vez mais cresce a tendência de respeitar os usos e costumes locais de acordo com a cultura. Pelas vestes podemos reconhecer as famílias religiosas: franciscanos, beneditinos, dominicanos, etc assim como ministros leigos, bispos, presbíteros e diáconos. Na liturgia o uso de vestes eclesiásticas tem a função de identificar o presidente e os auxiliares dos demais fiéis batizados. Haveria então qualquer motivo para usar as vestes fora da Liturgia? Dom Robinson Cavalcante dizia que usava o clérgima por todos os lugares por onde passava e quando alguém perguntava o seu significado ele dava um sorriso e aproveitava a oportunidade para Evangelizar. O Exército de Salvação tem seu vestuário próprio que lembra que todos somos Soldados de Cristo e que devemos lutar contra a injustiça e atender com amor os pobres. A pergunta é se há alguma roupa exclusivamente distinta dos bi…

Testemunho & Reflexão: Uma Igreja Imprevidente

+ Rev. Leandro 

Vejo os jornais e revistas anunciarem os 5 pastores (bi)milionários no Brasil, detentores de poder político, mídia e muito, muito, muito dinheiro. Isto abala a Igreja e os dizimistas de um modo geral, e faz-nos questionar qual o melhor caminho entre o nosso bolso e a caridade, para que não se perca nos meandros da corrupção eclesiástica. A bem da verdade o que não se diz que uma grande maioria de padres e pastores, poderia dizer 90% sem medo de errar. Vive uma vida muito simples. Há pastores e missionários que têm como única fonte de renda seu trabalho secular e dedicam-se abnegadamente à serviço da Igreja. Dentre os mais simples sem nível universitário qualquer. Daquelas instituições que garantem uma residência, transporte e estipêndio (remuneração para os ministros ordenados), não passam de 2 a 3 salários mínimos. Estou cansado de ouvir casos de ministros ordenados e missionários que após uma vida inteira de serviço dedicado a cuidar das pessoas após ser jubilado (ap…

Testemunho & Reflexão: Usos e Desusos

+ Rev. Leandro 


O fato que vou descrever aconteceu c. 2004, estava estagiando numa renomada paróquia anglicana de SP. Naquele dia eu havia participado da Santa Eucaristia na condição de seminarista sob a presidência do bispo diocesano. Usei as vestimentas completas - calçado cor preta, calça cor preta, camisa com clérgima, batina transversal anglicana cor preta, sobrepeliz cor branca e típete azul. Para minha surpresa fui "repreendido" por usar a camisa com clérgima, que no entendimento do bispo de então era exclusiva para o uso dos ministros ordenados. Na verdade entendimento de todos os bispos e demais ministros ordenados. Eu tenho convicção que o bispo agiu na melhor das intenções como um mestre na fé e um pai em Deus, embora focando apenas os "usos e costumes" da Igreja brasileira e de um período histórico apenas. Num passado remoto a condição de "membro do clero" iniciava-se ainda durante as chamadas ordens menores das quais gostaria de destacar: por…