Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Reforma, Brasil

Imagem
ENCONTRAM-SE A GRAÇA E A VERDADE, A JUSTIÇA E A PAZ SE BEIJARAM. (SALMOS 85:10)Vale de ossos secos¹ é a paisagem política brasileira na atualidade, território dominado por legiões de mortos-vivos, instalados nos centros de poder do País. São cadáveres insepultos da política que continuam a circular impunes, graças ao salvo-conduto do foro privilegiado, às malas de dinheiro e às relações corporativas nefastas com os tribunais. Nesse cenário desolador, reafirmamos a democracia como valor inegociável e a política, como instrumento essencial na vida do País. Entretanto, é preciso democratizar a democracia, reformando estruturas e mecanismos da política para que cumpram sua missão na mediação dos interesses conflitantes na sociedade plural em que vivemos. Isso será alcançado somente se a sociedade estabelecer as regras da política, e não os políticos de carreira que aí estão. Urgentes são as reformas que o País precisa, mas a reforma das reformas é a das estruturas políticas e dos mecanismos…

Dai a César o que é de César, mas o que é mesmo de César?

Imagem
por Edmilson Schinelo

(Mateus 22,15-22) Um plano bem armado: fazer Jesus cair na armadilha de suas próprias palavras! A cilada é introduzida por um elogio que é, ao mesmo tempo, reconhecimento de integridade: “Mestre, sabemos que és verdadeiro, que ensinas o caminho de Deus… que não consideras as pessoas pela aparência…” (v. 16). Depois do elogio, a pergunta: “É lícito ou não pagar o imposto a César?“ Em caso de resposta afirmativa, toda a pregação de Jesus cairia por terra diante do povo. A ocupação romana era o que havia de mais explorador, a transferência de impostos para Roma era elemento provocador de miséria e fome. Além disso, do ponto de vista religioso, pagar o imposto significava aceitar o culto ao imperador. Na própria moeda romana, podia-se ler: Tibério César, Filho Divino do Venerável Augusto. Por isso, os fariseus e a maioria do povo se opunham ao pagamento. Por outro lado, se Jesus responde que não se deve pagar o tributo, é apanhado em atitude aberta de afronta ao impér…