domingo, 30 de agosto de 2009

RELATÓRIO EPISCOPAL PARA O 46º CONCÍLIO DA DIOCESE ANGLICANA DE SÃO PAULO.

São Paulo, 19 de agosto de 2011.

Caros irmãos e Irmãs em Cristo,

Que a graça e paz de nosso Deus estejam sempre convosco.
Neste concílio quero que nós reflitamos sobre a oração que nosso Senhor
Jesus Cristo fez em favor de seus discípulos narrada no Evangelho de São
João no 17º capítulo.

Nela Jesus afirma que os discípulos não são deste mundo, embora
continuassem vivendo no mundo. Isto é verdade para nós, membros da DASP,
porque nossa fé afirma que os nossos pensamentos deveriam ser focalizados
no Reino de Deus e não nos reinos deste mundo. Porém, como Jesus nos
alertou nesta oração, não é simples viver neste mundo com todas as suas
tentações materialistas.

Além do fato que no Reino dos Céus, Deus, o Criador, o Redentor e o
Sustentador do mundo, é soberano; o foco dos pensamentos e ações neste
reino reside em "nós" enquanto o foco nos reinos deste mundo se concentra no
"eu", como ensina a notória "Lei de Gerson".

Nós precisamos dar graças que vivemos no Brasil onde existe total liberdade
religiosa. Temos tantos irmãos e irmãs sofrendo e até morrendo por causa de
sua fé Cristã em países como o Sudão, Índia e Zimbábue. Por outro lado,
precisamos lamentar as ações daqueles que deveriam zelar pelos interesses e
bem estar do povo brasileiro em geral, mas que impunemente zelam somente
por seus próprios interesses.

Como deveremos agir no Brasil sendo membros do Reino de Deus? Será que
deveremos obedecer às leis de Deus e ignorar as leis do país? O próprio Jesus
respondeu esta pergunta quando ele falou, "Dêem a César o que é de César e
a Deus o que é de Deus". (Mateus 22:21) A Igreja como uma organização
religiosa desfruta de muitas isenções e imunidades perante as autoridades,
porém, existem varias obrigações que precisamos cumprir sob a pena da lei.

A nossa I.E.A.B. está enfrentando muitos problemas sérios por não atender
algumas exigências legais. Infelizmente não adianta alegar falta de
conhecimento como uma defesa. Por este motivo, solicitei que cada delegação
traga um questionário preenchido sobre sua paróquia ou missão para este
concílio e convidei o Rev. Dr. Sérgio Presta para falar um pouco sobre as
obrigações legais das paróquias e missões na tarde de sábado.

Embora faltem alguns dias para completar meu quarto ano de episcopado,
chegou a hora de começar a pensar sobre meu sucessor. Portanto, proporei
que o próximo concílio ordinário seja realizado na sexta-feira, dia 7 de
Setembro de 2012, um feriado nacional, e o concílio extra-ordinário para a
eleição do meu sucessor no sábado dia 8. Ambos serão realizados num lugar
neutro a ser escolhido pelo Conselho Diocesano.

Também nomearei uma Comissão para coordenar a eleição episcopal. A
função desta Comissão será elaborar um questionário que possa definir o perfil
desejado da DASP para seu próximo Bispo. Recebendo o questionário de volta
das paróquias e missões, a comissão tabulará as respostas e apresentará o
perfil desejado. Este será enviado para as paróquias e missões e colocado no
site da DASP. A Comissão receberá indicação de possíveis nomes, se os
indicados estiverem dispostos a se tornarem candidatos, esses serão
entrevistados e os resultados das entrevistas divulgados.

O que acontecerá com relação a mim durante este período? Pretendo exercer
normalmente a minha rotina e continuar visitando todas as paróquias e missões
pelo menos uma vez, se não duas vezes, neste interregno conciliar.
Conforme os relatórios em sua posse, podemos afirmar que estatisticamente e
financeiramente a diocese está se desenvolvendo bem. Em 2009, a Diocese
teve um déficit de quase R$ 38 mil (sem considerar os recursos da Junet
destinados a educação teológica), enquanto em 2010 tivermos um superávit de
R$ 10 mil. Continuemos com a nossa conta de imobilizado não refletindo a
realidade, porém com as paróquias entregando neste concílio as cópias do
IPTU das propriedades da DASP conforme solicitado, espero entregar para
meu sucessor a situação contábil totalmente regularizado.

Fiquei muito grato a Deus, ao clero e ao povo da DASP quando vi que o
número de pessoas freqüentando nossas celebrações aumentou 16,7% em
2010 em comparação com 2009. Varias paróquias tiveram um crescimento
expressivo e alcançamos a marca de quase 94 mil participantes em nossas
celebrações em 2010. Será que vamos romper a barreira de 100 mil pessoas
este ano? Com seu empenho e a ajuda de Deus, isto será possível.

É preciso registrar o meu reconhecimento do dedicado e frutífero trabalho
desenvolvido pelo Rev. Aldo e sua equipe na Catedral. Além de aumentar a
freqüência em quase 25%, o número de pessoas participando semanalmente
na catedral passou para 1.150. Sem dúvida, a Catedral tem todo o direito de
cantar o hino "Rompendo em fé".

Para concluir, Deus também abençoou meu ministério me dando a alegria de
ordenar a Revda. Carmem Kawano como presbítera no dia 25 de setembro do
ano passado e amanhã nossos irmãos Álvaro, José de Jesus e Reginaldo
como diáconos.

Que nosso Deus continue guiando a DASP, a IEAB e a Comunhão Anglicana
sempre nos seus caminhos. Amém.

Vosso Bispo

Dom Roger D. Bird

Relatório Episcopal para o 44º Concílio da Diocese Anglicana de São Paulo.



Caros irmãos e Irmãs em Cristo,

Que a graça e a paz de Deus, o nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam contigo.

Neste momento quando estou completando o meu segundo ano de episcopado só posso dar graças a Deus pelo apoio e força que Ele me deu nestes dois anos. Por um lado, parece que estou ainda só iniciando esta caminhada. Por outro lado, parece que uma eternidade já passou desde a minha sagração. Mas o que é mais importante para mim (e para vocês) é que ainda sinto que fui chamado por Deus para exercer este ministério.

Já visitei todas as paróquias e missões pelo menos uma vez no meu episcopado e pretendo continuar visitando-as a cada ano. Estou muito grato e tocado pelo caloroso acolhimento que recebi em cada visita. Estou também grato por conseguir conciliar meu episcopado com meu ministério junto à congregação de língua Inglesa na Catedral. Com certeza o Pastor dos Pastores precisa exercer sua função ministerial junto ao povo para responder ao chamado de Deus, colaborar na edificação do Seu Reino e manter seu equilíbrio espiritual. Sem dúvida meu trabalho seria muito mais árduo se não fosse o apoio e aconselhamento dos meus colegas clérigos.

Um ponto alto neste ínterim conciliar foi a atuação do Conselho Diocesano que trabalhou muito com sinceridade e desempenho. Este trabalho não se limitou às reuniões formais, mas se estendeu a consultas telefônicas ou via e-mail. Embora as decisões tomadas nem sempre fossem unânimes, sempre teve um espírito de colegialidade e respeito mútuo. Preciso registrar meu apreço pela atuação dos membros do Conselho Diocesano.

Um dos assuntos que demandou muita atenção e oração foi a Casa Dia que é nosso abrigo em Araçatuba para ajudar adolescentes que sofrem de dependência química. Embora este louvável projeto receba apoio financeiro do governo, o subsídio não foi reajustado para compensar o aumento de custos operacionais com o resultado que se tornou cada vez mais deficitário. O segundo problema, que é um problema crônico na IEAB; o projeto foi colocado sob a responsabilidade do reverendo mais próximo que não necessariamente tinha o conhecimento administrativo e técnico para gerenciar um projeto desta complexidade. A prefeitura prometeu rever o subsídio no ano que vem e contratamos um administrador para gerenciar o projeto. Este assunto será abordado mais detalhadamente depois de almoço. Porém é preciso ressaltar que este projeto somente consegue sobreviver até o momento graças aos esforços de algumas igrejas e pessoas da nossa diocese, e, sobretudo, das paróquias de nossa diocese companheira, Pensilvânia Central, para levantar fundos (US$ 34 mil) para auxiliar a Casa Dia.

Como mencionei no meu relatório do ano passado, uma das minhas metas era divulgar o jeito de ser Anglicano dentro das nossas comunidades. A Comissão de Ministério continua despenhando sua função de treinar pessoas para o ministério através das aulas mensais de IAET (Instituto Anglicano de Estudos Teológicos) e a Jornada Teológica. Varias paróquias já promoveram o Curso VIA (Vivendo a Identidade Anglicana) nas suas comunidades. Parabéns à São João que iniciará o terceiro ciclo neste semestre. Acabei de receber o novo DVD do Curso Alpha totalmente dublado em Português e pretendo iniciar um curso de treinamento para os ministros e lideranças leigas neste semestre.

Como prometi no último concílio, o plano de contas foi totalmente reestruturado para demonstrar as receitas e despesas diocesanas de uma forma clara e transparente. O resultado deste trabalho está refletido nos relatórios financeiros que vocês receberam.

No interregno conciliar fiz vinte e três visitas episcopais oficiais quando confirmei 236 pessoas (218 na Catedral) e recebi 128 novos membros (106 na Catedral). Tive o prazer de fazer a ordenação presbiteral do Rev. Rogério de Assis na paróquia de São Lucas na Vila Maria no dia 18 de outubro de 2008 e a ordenação diaconal da Carmen Kawano no dia 28 de fevereiro de 2009 na Paróquia de São João. Também participei da reunião da Câmara dos Bispos em abril que resultou no adiamento do Sínodo para 2010. Representei a Igreja Anglicana em diversos atos ecumênicos.

Infelizmente este período não foi somente feito de alegrias, mas tivemos algumas perdas que deixaram muitas saudades. Estou me referindo à perda de nosso professor, mestre e reverendo Jaci Maraschin, do Isaque Kimpara que participou ativamente na vida desta diocese, do Inácio Augusto Morais, que cuidava com muito amor do nosso site, e do Sr. José da Souza, um dos fundadores da Paróquia de São Lucas. Porém, confiantes da promessa de nosso Senhor Jesus Cristo, sabemos que eles estão descansando felizes de seus trabalhos porque, uma vez provados, receberão a coroa da vida, que o Senhor prometeu àqueles que o amam. (Tiago 1,12ss)

Por último preciso comunicar que a Paróquia dos Santos Mártires, localizada no Sul de Minas passará a pertencer à DARJ. O motivo para isso é que canonicamente a DARJ abrange os Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais enquanto a DASP somente o Estado de São Paulo. Sinto-me qual pai dando sua filha em casamento sabendo que o relacionamento mudará, mas que a amizade e respeito continuarão para sempre. Que nosso Deus continue guiando o Rev. Ismael e seu rebanho nos seus caminhos.

Que nosso Deus continue guiando a DASP, a IEAB e a Comunhão Anglicana sempre nos seus caminhos. Amém.

Roger Bird
Vosso Bispo

QUARESMA 2018: Deixe sua luz brilhar!

QUARESMA 2018 de 14 de fevereiro a 25 de março de 2018 Deixe sua luz brilhar, participe de uma jornada de discipulado de seis sem...